Júlia e Davi

Mais uma vez temos a oportunidade de registrar uma linda história, da Júlia e do Davi. Geralmente peço ao casal para escrever um breve texto sobre como se conheceram. Desta vez quem escreveu foi o noivo e muitas vezes ouvimos dizer que o homem não é detalhista nas coisas!!! Hoje, com muito prazer, vamos apresentar a breve história de como a Júlia conheceu o Davi nas palavras do noivo!!!!

“Nós nos conhecemos através do meu irmão. Tivemos o primeiro contato no dia 30 de setembro de 2016, quando a Júlia e meu irmão decidiram tomar sorvete, neste dia a Julia tomou a iniciativa de meconvidar para ir junto com eles, porem eu não pude ir devido a uns afazeres (mentira estava fazendo de difícil kkkk).
            Confesso que a partir daquele momento a imagem da Júlia não saia da minha mente e ficava imaginando coisas que naquele dia não se passava de impossível para mim. Passamos vários dias trocando indiretinhas nas redes sociais (sabe, aquelas mensagens do “Cifra clube” que tem tudo a ver com quem está começando a gostar de alguém? kkkk Então). Ficamos por vários dias nesse “clima” de indiretas/diretas, trocando amei nas fotos e tals kkkk.
            Passaram-se alguns dias, a Júlia foi trabalhar na loja dos meus pais (é claro que eu não tinha nada a ver com essa contratação né, tudo isso foi o destino kkkk). Durante todo o dia ficávamos trocando aqueles olhares profundos, sabe? Tipo “exame de vista” kkkk.

            Mais alguns dias se passaram e no dia 09 de outubro 2016, depois de longos dias de indiretas/diretas e de uma série de “exame de vista” tive a coragem de mandar uma mensagem para a Júlia. A partir desse dia começamos a nos conhecer e a regar a semente do amor que foi crescendo cada dia mais.
            Poralguns dias a Júlia me reclamava de uma “bola preta” no olho que atrapalhava ela a enxergar, fui me preocupando com aquilo e tomei a iniciativa de marca uma consulta para ela na clínica para ver o que acontecia, marquei a consulta para o mesmo dia a 13hrs.
            Como a clínica era ao lado da loja dos meus pais, ela me chamou para acompanha-la, porque estava sozinha. Durante a consulta uma enorme surpresa, a Júlia havia perdido 90% de visão do olho esquerdo, foi diagnosticada que estava com toxoplasmose. Aquilo nos tirou o chão, uma moça tão jovem perde a visão, é de se considerar trágico.
            Com essa descoberta percebi que ela ficou um pouco desamparada, sua mãe estava viajando e seu pai residia em Vilhena-RO. Ligamos para o pai da Júlia no mesmo diae ficou marcado dele vir até Alta Floresta do Oeste-RO no outro dia, para acompanhar a Júlia nos demais exames que havia de ser feito.
            No outro dia fui acompanhar a Júlia para fazer o exame de sangue que a médica havia solicitado. Quando ainda estávamos dentro do laboratório o pai da Júlia chegou, me bateu um pouco de nervosismo, porque não sabia a reação do pai dela ao me ver acompanhando a filha dele nos exames. Mas foi tranquilo kkk, ele estava era mais perturbado com o problema da filha e pouco me deu bola.
            Como na nossa cidade não existe tantos recursos, o pai da Júlia decidiu recorrer a cidade de Cacoal-RO. Como o pai dela residia em Vilhena e a mãe dela não podia ir até Cacoal, precisava de alguém para acompanhar e ouvir as recomendações médicas, sobre os remédios etc e tals. O pai da Júlia me perguntou se tinha disponibilidade para acompanhá-los e fomos para Cacoal. Durante todo o dia corremos para cima e para baixo, exames em todo canto, clinica, laboratórios, farmácias (…). No fim do dia, estávamos exaustos e deprimidos,porquê de fato em todos os exames constava que ela havia realmente perdido 90% da visão.
            Quando estávamos a caminho de casa, dentro do carro, em um silencio pleno, o pai da Júlia fez uma pergunta: – “Agora me respondem, vocês estão namorando?”.  Se já estávamos em silencio, passamos para o modo ultra silencioso kkkk, tomei a iniciativa e respondi, que não estávamos namorando e não tínhamos nada semelhante a não ser apenas amizade e realmente éramos apenas amigos. Ele ainda comentou: – “É minha filha, quando você for procurar um moço para namorar, procure o moço assim, responsável, educado…. etc”. Por fora estava pleno apenas olhando para frente por dentro estava tipo, (Estoureiiiiiiiiiii ganhei o futuro sogro a filha vem de brinde kkk, brincadeira kkk).
            Desse dia em diante a rotina da Júlia mudou e a minha também, porque conversamos todos dias e tomei como responsabilidade ajuda-la com os remédios, que eram inúmeros, lembro-me que até fiz uma planilha com os horários de cada remédios.
            Resumidamente, passaram 3 meses, nesse período nos tornamos cada vez mais próximos, cada vez mais um do outro. Decidimos a começar um relacionamento que por sua vez tinha o casamento como objetivo. Ainda não tínhamos conversado com os pais dela os meus já sabiam porque o bobo alegre aqui passava maioria do tempo olhando para o celular e mostrando os dentes kkkk.
            Tive que enfrentar 3 situações diferentes para pedir a Júlia em namoro, porque ela foi criada pela vó desde de criança, tinha a mãe biológica que reside na mesma cidade e ainda o pai que reside em Vilhena-RO. Em uma tarde, tomei uma vitamina de coragem e quando a Júlia ainda estava na escola, fui primeiro na casa da mãe dela, conversei sobre as minhas intenções e meus objetivos, ela por sua vez aceitou. Em seguida fui na casa da outra mãe (Vó), conversamos e por final também aceitou. Ainda restava o pai dela, como ele estava muito longe não dava para ir de bicicleta kkkk, decidi ligar para ele. Como já havíamos tido um breve contato e ele já havia me conhecido, ainda que por pouco tempo, decidi ligar para ele e falarmos por celular. Assim foi feito, liguei, com o pai eu já tremi mais as pernas kkk, voz grossa, sem muito papo, perguntas e respostas, curtas e diretas. Ele foi um pouco mais difícil, porque sempre colocou em pauta os estudos dos filhos e tinha medo que a filha com o namoro perdesse o foco nos objetivos, a proposito entendi a preocupação dele, mas deixei claro que os meus objetivos também era estudar […] Etc. Depois de uma boa conversa, ele não foi contra a opinião das mães.
            No final da tarde fiz uma surpresa para a Júlia, comprei alguns bombons e também as alianças de compromisso e esperei ela chegar da escola. Quando ela chegou viu tudo aquilo, viu as alianças comentou que não podíamos usar as alianças e nem firmar o nosso namoro, porque ainda não tínhamos conversado com o pai dela e nem com as mães. Eu apenas dei risada e em um tom de alivio e calmaria respondi: – “Eu já falei com eles kkkkk”…

            Desse dia em diante começamos a namorar, foram longos 2 anos e 6 meses de namoro, muitas coisas passamos juntos, muitas lutas enfrentamos, atravessamos muitas tempestades em um barquinho a remo. Nesse período, Deus nos sustentou firme no nosso propósito, cuidou de nós em muitas situações e mostrou que estava presente no nosso barco. A Júlia terminou o tratamento da toxoplasmose, a visão que havia perdido 90% praticamente foi restaurada a 100%, foi um período muito difícil de atravessar, inúmeros exames, algumas viagens a Porto Velho-RO e centenas de remédios.
            Em janeiro de 2019 decidimos que iriamos casar em Julho desse mesmo ano, foi um período bastante corrido, porque nessa altura do campeonato a Júlia já estava residindo em Cacoal divido aos estudos. Começamos a correria maluca atrás dos preparativos, que só entende essa correria quem passa por esse momento. Foram várias noites sem dormir, muitas orações a respeito do nosso casamento e Deus mais uma vez mostrando que estava junto de nós, foi nos ajudando em cada detalhe.
            Noivamos no dia 13 de Abril, marcamos o casamento para o dia 7 de Julho de 2019. Tudo ocorreu como desejado, no dia do casamento fui apelidado com o “Severino quebra-galho” kkkk, fiz de tudo um pouco, inclusive o bouquet, foi eu que fiz  (A quem diga que sou um excelente decorador kkkk). 
            Graças ao nosso bom Deus, tudo foi magico para nós, tudo ocorreu perfeitamente bem e como eu disse em uma parte dos meus votos, assim findo a nossa breve história.

               Que Deus nos ajude a formar um lar abençoado e nos mantenha unidos até o fim de nossas vidas. Que o amor sempre viva entre nós e que Deus nunca deixe de nos abençoar.”

Cerimonial/Assessoria || JOÃO – PIMENTA BUENO

Flores e Bouquet || LUIZA FRANÇA DECORAÇÕES E NOIVO

Bem-casados || TIA DO NOIVO

Vestido da Noiva || VEST BEM

MakeUp ||KAUANY FELÍCIA

Traje do Noivo || MARINA – PIMENTA BUENO

Lembranças || NOIVOS

Convites || GRÁFICA ABSOLUTA – ROLIM DE MOURA

Alianças || RELOJOARIA BRILHANTE

Bolo || MÃE DA NOIVA

Doces || TIA DO NOIVO

Decoração || LUIZA FRANÇA DECORAÇÕES

Iluminação || LUIZA FRANÇA DECORAÇÃO

Buffet || ORGANIZAÇÃO INTERNA  

Fotografia || KALLEW CESAR, NATALY FABRI E CAMILA CORREA

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.